Equipe de Especialistas

A diversidade do meu trabalho e a busca constante pela melhoria me permitem dizer que, desde que comecei a trabalhar na GGB, não houve jamais um dia igual ao outro.

Jonathan Checketts Gerente de Produtos

O Jonathan começou a trabalhar na GGB em 1998 como engenheiro de aplicações para o mercado automotivo, antes de se tornar gerente de produto em 2008. Anteriormente, ele trabalhou como engenheiro de aplicações para um fabricante de rolamentos e como engenheiro de vendas também no automotivo.

GGB bearings Jonathan Checketts Team of Experts
Voltar
  • Jornalista
  • J. CHECKETTS
  • Como você começou sua carreira na indústria de mancais?

  • Por ser uma pessoa prática, eu gostava de desmontar motos e reformar carros e, por isso, optei por estudar engenharia mecânica, trabalhando durante as minhas férias para uma empresa de rolamentos no Reino Unido. Após minha graduação, a empresa me ofereceu um cargo no Reino Unido. No entanto, eu queria ir para o exterior para vivenciar uma cultura diferente e aprender uma nova língua. Felizmente, minha primeira experiência profissional teve início na França, em 1989, trabalhando como engenheiro de aplicação para a mesma empresa de rolamentos.

  • Qual foi o seu principal interesse em trabalhar para a GGB?

  • Eu havia trabalhado por 10 anos na empresa de rolamentos, mas minhas oportunidades de carreira ali eram limitadas. Mudei de emprego e me tornei engenheiro de vendas em uma fabricante de cintos de segurança e airbags, mas meu novo cargo tinha muito foco em vendas e não era voltado ao suporte técnico. Minha mudança para a GGB em 1998 foi perfeita, pois pude utilizar minha experiência técnica em mancais, eu conhecia muito bem a função de engenheiro de aplicações e através de uma estreita colaboração com os engenheiros de vendas, eu mantive contato direto com os clientes. Em 2008, eu me mudei para o departamento de Marketing e atualmente sou o gerente de produto global do produtos metal polímero DP4™, DP4-B™, DU®, DU-B™, DP10™, DP11™ e DP31™.

  • Quais são as principais responsabilidades de um gerente de produto?

  • Como o nome do cargo sugere, eu gerencio minha família de produtos durante o que é chamado de "Ciclo de Vida do Produto". Tudo começa com o desenvolvimento de produtos; isto significa determinar, em conjunto com nossa força de vendas, quais são as tendências do mercado e as necessidades dos clientes. A partir desta análise, é criada um documento para definir os requisitos do produto, que é usado pelo departamento de Pesquisa e Desenvolvimento. Durante o desenvolvimento do produto, escolhendo e trabalhando em conjunto com clientes piloto para garantir que o produto atende aos requisitos técnicos e econômicos. Após a fase de desenvolvimento, o produto é lançado no mercado acompanhado pelo treinamento da força de vendas internas e dos engenheiros de aplicações, desenvolvimento dos catálogos do produto com seus dados de desempenho, divulgação em revistas e em sites, bem como disponibilidade de amostras para feiras e para testes com clientes, etc... Uma vez que o produto foi lançado, os depoimentos dos clientes e alavancagem das aplicações bem sucedidas resultam em aumento das vendas do produto a cada ano.

  • Quais são as características mais desafiadoras de seu trabalho?

  • A maior satisfação como engenheiro de aplicação era poder ficar de pé na fábrica ao lado das máquinas em produção e lembrar do contato inicial com o cliente, o projeto do mancal e os testes bem sucedidos dos protótipos, para enfim a fabricação de centenas de milhares de mancais por dia e presenciar seu envio para o cliente. Com o meu trabalho atual isto acaba sendo mais difícil, já que você não vê o impacto imediato. No entanto, o real interesse para mim está no desenvolvimento de novas soluções em mancais de alta performance, lançá-las no mercado, obter o retorno positivo dos clientes e acompanhar o progresso das vendas..

  • Qual é o melhor aspecto de seu trabalho como gerente de produto?

  • Meu trabalho é multifacetado e requer profundo conhecimento dos produtos, bem como comunicação constante e estreito contato com cada departamento interno, como Engenharia de Aplicação, Finanças, Marketing, Operações, Pesquisa e Desenvolvimento, Vendas e, claro, com os nossos clientes em todo o mundo. A diversidade do meu trabalho e a busca constante pela melhoria me permitem dizer que, desde que comecei a trabalhar na GGB, não houve jamais um dia igual ao outro.